Não há ciência sem divulgação de conhecimento

Foz do Iguaçu, 31 de agosto de 2016.

Na programação do Contecc, o tema “Jornalismo Científico e Tecnológico: Engenharia, Inovação e Sociedade” foi destaque do painel apresentado por professores da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp). A exposição abordou a relevância da comunicação para a ciência, tanto para a formação de cidadãos quanto para a gestão das democracias nas sociedades contemporâneas.

Para o professor da Univesp Carlos Alberto Vogt, o objetivo ideal do divulgador científico é “tornar o conhecimento acessível a todos, de modo a ser vivenciado e entendido pela sociedade”. Já Ana Paula Morales, professora da mesma universidade, chamou atenção dos participantes para o fato de o público brasileiro consumir poucas informações relacionadas à ciência. “Eles se preocupam com as questões científicas, mas se informam pouco sobre o tema”, frisou, ressaltando que a difusão tem potencial para ativar a percepção pública frente aos temas ciência e tecnologia.

Incentivar os jovens brasileiros a ingressarem e permanecerem na área de Engenharia também contribui para que os temas “Inovação” e “Tecnologia” estejam na pauta de debates da sociedade, segundo o professor Helio Dias, da USP. “Precisamos aumentar as expectativas e o interesse dos jovens pelo assunto”, finalizou.

Valcilena de Oliveira
Equipe de Comunicação da 73ª Soea

Compartilhar