Engenharia como fator de desenvolvimento

Foz do Iguaçu, 31 de agosto de 2016.

O papel da Engenharia no desenvolvimento do Brasil esteve em pauta durante a palestra de Pedro Celestino da Silva Pereira Filho, especialista em transportes e presidente da Internacional de Consultoria e Planejamento S.A (Icoplan).

Ele citou as duas principais áreas de atuação dos profissionais com participação efetiva na economia e no desenvolvimento do país: a Agronomia com o agronegócio, e a Engenharia, com atuação em diferentes frentes, como a indústria, extração de recursos naturais, infraestrutura e outras.

Destacou a importância da indústria nacional, tendo como referência a Petrobras – como fator fundamental ao desenvolvimento – e a utilização da mão de obra especializada. Segundo o engenheiro, o agronegócio teve modernização extraordinária a partir da década de 60 e deu ao Brasil a condição de celeiro do mundo ao lado dos Estados Unidos, mas com foco no mercado externo e no emprego de tecnologias excludentes de mão de obra. “É um modelo com retorno econômico, mas que não prioriza o desenvolvimento interno. 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros vêm da agricultura familiar. ”

Apontou como desafio ao Sistema, o aprimoramento dos métodos de ensino na Engenharia e a necessidade de uma mudança de visão, focada no desenvolvimento, inclusive com a abertura do mercado aos profissionais estrangeiros. “Precisamos de profissionais que possam agregar conhecimento e tecnologia. Fomos beneficiados com a vinda de professores que fugiram dos regimes autoritários no século passado e vieram lecionar em nossas universidades e escolas. ”

Pedro disse ainda que o modelo de ensino brasileiro, adaptado dos EUA na década de 60, com foco na especialização compartimentada da Engenharia, não atende as necessidades de desenvolvimento do país. “Cabe a nós profissionais, exigir do Sistema que nos representa, as condições e a valorização necessária para promovermos tais mudanças, inclusive em nossa legislação profissional.”

Adriano Comin
Equipe de Comunicação da 73ª Soea

Compartilhar