Carta de Foz do Iguaçu reforça o compromisso do Sistema Confea/Crea com o progresso do país

IMG_7098

Encerrou-se ontem a 73ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), em Foz do Iguaçu. Foram quatro dias de intensos debates sobre o relevante papel da Engenharia para o desenvolvimento nacional: na economia, na acessibilidade, no empoderamento da mulher, na sustentabilidade ambiental. Durante a Semana, futuros profissionais aprenderam e veteranos tiveram suas experiências reconhecidas e compartilhadas, em cerca de cem eventos simultâneos dentro das programações da Soea e do Contecc. Foram 3,5 mil pessoas circulando pelos corredores, que expunham tecnologia, inovação, empreendedorismo e cultura.

A leitura da Carta de Foz do Iguaçu – documento em que o Sistema Confea/Crea se compromete com ações que visam ao fortalecimento do profissional da área tecnologia nacional e à inserção dos engenheiros na definição e execução de política públicas – marcou o encerramento da Semana. Lida pelo coordenador do Colégio de Entidades Nacionais, Jorge Nei Brito, a Carta – que fala de mudanças e oportunidades e reflete a proposta do tema central da 73ª Soea: A engenharia a favor do Brasil – pode ser lida na íntegra.

De acordo com o presidente do Confea, José Tadeu da Silva, a Carta define o que foram estes últimos quatro dias. “É um documento importante, que nos induz a participar das políticas públicas do nosso país”, disse. Em seu pronunciamento final, Tadeu se dirigiu aos participantes doIMG_2770 evento: “vocês fizeram a Semana acontecer!”. Sem deixar de contextualizar que a Semana acontece num momento de falência econômica e corrupção generalizada no país, o presidente do Confea afirmou que o Sistema se pautará por modernizar a legislação, como a Lei de Licitações; defender o Projeto de Lei 13/2013 – que cria a carreira de Estado para engenheiros; e reforçar a integração de entidades nacionais e internacionais para estimular a mobilidade profissional.

Além disso – sob aplausos dos participantes do Contecc –, José Tadeu afirmou que a iniciativa de sucesso desde a primeira edição terá continuidade, assim como o incentivo dado ao Prêmio do Empreendedorismo da Mútua.  A elevação do Grupo de Trabalho Equidade de Gênero para Comissão Temática e o debate contínuo com as entidades de classe nacionais, visando ao seu fortalecimento, também foram anunciados. “Hoje, a Soea é um plenário que revela o tamanho do Sistema Confea/Crea”, disse.

Anfitrião, o prDSC_0649esidente do Crea-PR, Joel Krüger, destacou a participação das mulheres, 28% dos inscritos. Ele fez questão de homenagear funcionários do Crea-PR, Confea e Mútua que organizaram a Soea, chamando-os ao palco para serem aplaudidos. “Todos trabalharam como uma só equipe, com dedicação, resultando neste sucesso”, elogiou. Krüger agradeceu os profissionais e estudantes, de todas as regiões do Brasil e de outros países, e a parceria dos presidentes do Confea, José Tadeu, e da Mútua, Paulo Guimarães, além da participação dos conselheiros e dos presidentes dos Creas.

Próxima Soea

“Belém do Pará te espera”. Era o que estava escrito na camisa do anfitrião da Soea de 2017, o engenheiro mecânico e presidente do Crea-PA, José Elias da Silva Lima. Contando com a participação de toda sua delegação, toda uniformizada, ele fez o animado convite. “Nosso belo e rico estado, portal de entrada para Amazonas, aguarda ansioso por IMG_2876todos vocês na 74ª edição deste grandioso evento, marcado para ocorrer entre os dias 8 e 11 de agosto. O sucesso dele vai depender de cada profissional e estudante ligado ao Sistema. Na oportunidade, iremos comemorar os 40 anos da nossa Caixa de Assistência. Esperamos vocês!”, convocou Elias, animado.

Bbelem capa2elém te aguarda

Em seus 400 anos de história, Belém vivenciou momentos de plenitude, entre os quais o período áureo da borracha, no início do século XX. Nos últimos 20 anos, passou por forte movimento de verticalização, devido a novas tendências na construção civil local. Tem expressividade cultural, contando com importantes fortificações, parques e museus, como o Theatro da Paz, o museu Emílio Goeldi, o parque Mangal das Garças, o mercado do Ver-o-Peso e eventos culturais e religiosos de grande repercussão, como o Círio de Nazaré.

ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DA 73ª SOEA

Débora Pereira, Julianna Curado, Maria Helena de Carvalho e Vinicius Firmino
Equipe de Comunicação da 73ª Soea

Compartilhar